0156-Por que conseguimos quebrar as senhas do Excel?

Se você investir alguns minutos de pesquisa no Google verá que há vários programas, e alguns exemplos de código VBA, que permitem quebrar a senha de arquivos e planilhas do Excel. O processo só demora alguns segundos.
Mas como isso é possível?
O Excel converte internamente as senhas digitadas em cadeias de 12 caracteres. Os 11 primeiros caracteres são sempre “A” ou “B”. O 12º caractere pode ser qualquer um correspondente ao intervalo de 32 a 136 na tabela ASCII de caracteres (Tabela)
Devido a estas restrições, o número de possibilidades a serem testadas, embora seja grande, ainda permite um “ataque baseado em força bruta” (brute force attack). O número total de combinações a serem testadas é 194.560, sendo cada uma delas gerada e em seguida faz-se a tentativa de desproteger o arquivo. As tentativas prosseguem até atingir o objetivo.
É importante destacar que a senha original não é descoberta, apenas a sua forma equivalente é determinada (ou seja, a forma como é interpretada internamente). Na prática não faz diferença, visto que ocorre a desproteção e é permitido o acesso às informações.
Veja o artigo 0108-Controlando o acesso às planilhas via VBA com dicas sobre o tema.

Anúncios

In Excel We Trust

Marcado com: , , , , ,
Publicado em Nível: Intermediário
Um comentário em “0156-Por que conseguimos quebrar as senhas do Excel?
  1. Esse seu post foi muito informativo. De qualquer forma a função de bloquear a planilha ainda é útil para evitar que um usuário faça alterações acidentais em algumas células da planilha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: